quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Muçulmanos com passaporte inglês treinam em base da Al Qaida no Paquistão

Notícia do Daily Telegraph:

"Britons training in Pakistan for UK terror attacks - At least 20 Britons are undergoing terrorist training in Pakistan to launch Mumbai-style shootings and suicide attacks in Britain, intelligence sources have told The Daily Telegraph.

The young Muslims, who all hold British passports, are said to have travelled into the lawless tribal areas of Pakistan to join training camps run by al-Qaeda and their associated militant groups.

They are being trained to use firearms as well as explosives so that they can launch random shooting sprees in the UK, Western intelligence sources said".

Nem todos os muçulmanos residentes na Europa são terroristas. Se os lideres das comunidades islâmicas no continente querem que os europeus acreditem nisso, devem começar a tomar posições firmes de condenação a esses indivíduos. Que seus discursos mudem dos ataques a Israel e o bloqueio a Gaza, e passem a condenar pública e veementemente todo e qualquer ato terrorista planejado ou executado por muçulmanos.

Ou então, parem de reclamar de "islamofobia" e de se arrepiar com o avanço da extrema direita em diversos países da Europa. A reversão desse processo cabe muito mais aos muçulmanos do que ao Ocidente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário