quarta-feira, 30 de junho de 2010

Os piores ditadores do mundo

Ainda na Foreign Policy (estou gostando dessa revista), há um artigo escrito por George B. N. Ayittey, natural de Gana e presidente da Free Africa Foundation, sediada em Washignton, com o título The Worst of the Worst, no qual ele apresenta os 24 piores ditadores do mundo.

Há uma introdução e, a seguir, cada um dos ditadores é apresentado, com currículo e número de anos que cada um está no poder. É quase emocionante ver tantos amigões do presidente Lula na lista, tais como Hugo Chavez, Mahmoud Ahmadinejad, Bashar Al Assad (com quem se encontrou hoje), Raul Castro, Omar Hassam Al Bashir, etc.

Da introdução, destaco e traduzo o seguinte trecho, que diz tudo.

"Although all dictators are bad in their own way, there's one insidious aspect of despotism that is most infuriating and galling to me: the disturbing frequency with which many despots, as in Kyrgyzstan, began their careers as erstwhile "freedom fighters" who were supposed to have liberated their people.

I call these revolutionaries-turned-tyrants "crocodile liberators," joining the ranks of other fine specimens: the Swiss bank socialists who force the people to pay for economic losses while stashing personal gains abroad, the quack revolutionaries who betray the ideals that brought them to power, and the briefcase bandits who simply pillage and steal. Here's my list of the world's worst dictators. I have ranked them based on ignoble qualities of perfidy, cultural betrayal, and economic devastation. If this account of their evils makes you cringe, just imagine living under their rule"

(Embora todos os ditadores sejam maus à sua própria maneira, há um aspecto insidioso do despostismo que é mais enfurecedor e nauseante para mim: a perturbadora frequência com a qual vários déspotas, como no Quirgistão, começaram suas carreiras autodenominando-se "lutadores da liberdade", que supostamente libertaram seus povos.
 
Eu chamo esses revolucionários transformados em tiranos "libertadores-crocodilo", que se juntam às fileiras de outro espécime: os socialistas de bancos suiços que forçam seus povos a pagarem pelas perdas econômicas enquanto acumulam ganhos pessoais no exterior, os revolucionários de araque que traem os ideiais que os levaram ao poder e os bandidos com uma maleta, que simplesmente pilham e roubam. Aqui está minha lista dos piores ditadores do mundo. Eu os classifiquei baseando-me nas ignóbeis qualidades de perfídia, traição cultural e devastação econômica. Se a contabilização de suas maldades fazem você ter arrepios, imagine viver sob seu jugo).
 
De fato. Sempre que um ditador chega ao poder foi lutando contra a opressão anterior. Afinal, boa parte dos que lutaram contra a ditadura militar no Brasil faziam-no com o objetivo de implantar aqui outra ditadura - comunista (inclusive a ex-guerrilheira que é candidata oficial à sucessão).
 
Vale ver o perfil de cada um dos ditadores. Vamos achar nas apresentações desses magníficos senhores muitas características que nos parecerão assustadoramente familiares.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário